Sobre nós

Por anos, os enxadristas avareenses trouxeram glórias, levando o nome de Avaré para muitas cidades, vencendo torneios e conquistando medalhas em competições de peso, como os Jogos Regionais e os Jogos Abertos do Interior. 

Possuíamos uma sala, na parte central da cidade, com frequentadores e campeonatos que sempre movimentavam nossos jogadores. No entanto, mesmo após termos conquistado a medalha de ouro nos Jogos Regionais de 2000, nossa sala na Concha Acústica nos foi tomada.

Mesmo assim, não desanimamos. Viajávamos para diversas cidades do interior, mas um dia isso tudo acabou.

Graças a internet, alguns novos jogadores conseguiram se reunir com os veteranos e pouco a pouco estamos nos reencontrando e voltando a ser como nos velhos tempos.

Somos um grupo em crescimento e buscamos aficcionados em xadrez que desejam compartilhar experiências e jogar conosco.

Nossa entidade tem por objetivo a difusão e massificação do xadrez em Avaré. Propomos trazer os benefícios do nosso esporte à população em geral e promovê-lo em nossa cidade. Além de nossas iniciativas, estamos à disposição para quem quiser aprender conosco e interessados em promover atividades ligadas ao xadrez em Avaré. Oferecemos o suporte técnico necessário a empresas e entidades educacionais interessadas em agregar o xadrez em suas atividades.

Este site é um espaço onde serão divulgados os eventos passados e futuros do xadrez avareense, os projetos, as notícias, crônicas e também será um espaço para o resgate da história da nossa arte aqui em Avaré.

Muito Obrigado

Renato de Paula e Junior Berna

 

 

HISTÓRIA DO XADREZ AVAREENSE

O registro mais antigo encontrado pela nossa entidade de alguma atividade organizada do xadrez em Avaré remonta de uma ata de reunião do Departamento de Xadrez do Centro Avareense em 07/11/1954, ocasião em que foi eleita a 1ª diretoria, cujo presidente foi o Sr. Graziello Faconti Noronha.

Contudo, conforme ata de reunião de 06/02/1955, foi discutida a preparação do Torneio Felício Pedro, que homenageava este enxadrista falecido pouco tempo antes, naquela época. Isso indica que havia encontros e competições de xadrez anos antes desses registros. 

Isso efetivamente foi constatado recentemente, conforme informação prestada pelo historiador Gesiel Júnior, o qual encontrou notas de imprensa dos anos 1940 relatando a existência de Departamento de Xadrez no Grêmio Recreativo e Literário, antiga instituição sócio-cultural. Nessa época, os enxadristas de maior destaque eram o árabe Nassib Hamze e o Sr. Ovídio Teodoro da Silva, coincidentemente tio-avô de Gesiel.

O xadrez é um dos esportes mais tradicionais de Avaré e sempre trouxe vitorias significativas para nossa cidade ao longo da historia, em especial nos Jogos Regionais (Jogos Abertos da Alta Sorocabana, na época). A seguinte cronologia mostra a evolução de nosso esporte ao longo dos anos em Avaré. Cumpre consignar que a entidade Xadrez Avareense congrega todos os enxadristas avareenses que, unidos, buscam transmitir e massificar o xadrez em Avaré, assim como aqueles que o fizeram no passado e, portanto, nossa organização se designa como sucessora dessa entidade que se extinguiu, englobando também o grupo formado pelo extinto Circulo Operário e aqueles que trabalharam na Sala Municipal de Xadrez "Dr. Graziello Faconti Noronha" desativada pelo prefeito Joselyr Benedito Silvestre, pai do atual prefeito. Da época da Sala Municipal, Marcio Sanches, Renato de Paula e Jose Reitor Rizzardi ainda se encontram em atividade participando ativamente do Xadrez Avareense. Milton Fiorio é oriundo do Circulo Operário e esta retornando à ativa. O ultimo remanescente vivo da reunião acima dita é o Sr. Antônio Genez Parise, de 99 anos, que doou o livro ata que possibilitou a pesquisa e tem colaborado sempre conosco.

O cronograma a seguir foi extraído das informações obtidas do livro doado pelo Sr. Antônio Genez Parise. Não foi possível extrair muitas informações de cunho esportivo, visto que o livro na sua maioria apenas discriminava as ações administrativas do departamento de xadrez do Centro Avareense.

1955

06/02 - Preparativos para o torneio "Felício Pedro" - a iniciar em 09/02

23/04 - Recebidos 08 livros de xadrez e uma mesa de xadrez do São Paulo F.C. e dois jogos de peças da Comissão de Esportes (atual SEME).

29/05 - Resultado final do Torneio Felício Pedro: Campeão= Fidélis Chaim; Vice= Salim Elias Curiati; 3o. colocado= Graziello Noronha; 4o. Colocado= Benedito Tonuchi. Formato: três turmas de oito jogadores cada, agrupados de acordo com sua força numa fase classificatória. A classificação refere aos jogadores da turma A.

05/06 - Amistoso: Avaré 6,5 x 2,5 Jaú, em Avaré.

12/06 - Amistoso: Avaré 4,5 x 5,5 Jaú, em Jaú.

18/09 – 1º AVAREENSE  FEMININO - Campeã: Nancy Januário de Moura; Vice: Maria Helena Cordoni; 3a. Colocada: Maria Lenita de Moura.

 

1956

18/03 - Amistoso:  Ourinhos 2,5 x 7,5 Avaré em Ourinhos

Abril (sem data) - Amistoso:  Avaré 2,5 x 7,5 Ourinhos em Avaré

14 a 20/07 - Jogos Abertos da Alta Sorocabana em Assis: Equipe: Salim Curiati, Fidelis Chaim, João Fragoso e Antônio Genez Parise no masculino. Equipe feminina: Nancy Moura e Maria Helena Cordone. Classificação: OURO no masculino e PRATA no feminino.

Obs.: Nessa época houve relato da fundação de um clube de xadrez São Benedito, composto por jovens enxadristas. Os resultados dos jogos desse clube são:

05/08 - Amistoso: Centro Avareense 7 x 3 Clube São Benedito

26/08 - Amistoso: Clube São Benedito 4 x 3 Cerqueira César

22/09 - Amistoso: Escola de Medicina de São Paulo 1 x 4 Ginásio/Centro Avareense.

 

1957

17-21/06: Jogos Abertos da Alta Sorocabana- Equipe: Fidelis Chaim, Adib Curiati, Salim Curiati e Akoshi Yamashita. - sem resultado

 

1958

Jogos Abertos da Alta Sorocabana em Ourinhos - OURO- equipe: Fidelis Chaim, Graziello Noronha, Edgard Barbosa e Salim Curiati

1959/1960 - sem registro

1961

Amistosos:  Avaré 5 x 5 Jaú em Jaú

                     Avaré x Jaú - vitória avareense

                     Avaré 2 x 2 Pres. Prudente

                    Centro Avareense/A.A.A x Cerqueira César - vitória avareense

Torneio Centenário de Avaré - Campeão: Fidelis Chaim, Vice: Graziello Noronha, 3o. Colocado: Antonio Genes Parise

24/07 - Simultânea do jogador José Ferreira Bretas - 8V, 1E, 1D

 

1962

Torneio Popular de Xadrez - Campeão: Graziello Noronha, Vice: Antônio Genez Parise, 3o. Colocado: Pedro Alegretti.

 

1963

Troféu Vitória: Campeão: Graziello Noronha,  Vice: Antônio Genez Parise, 3o. Colocado: Pedro Alegretti.

 

1964

Equipe Jogos Abertos da Alta Sorocabana: Salim Elias Curiati, Pedro Alegretti, Benedito Tonuchi, Ciro Castelar Lobo, Elias Daher, Pedro Benatto - medalha de bronze.

1965 – 1968

 

Houve registros de reuniões e ações administrativas e menções de torneios, porém, sem registros de resultados

 

1972

Abertura do Xadrez no Círculo Operário. Os enxadristas aparentemente teriam perdido a cessão da sala do Centro Avareense (departamento de xadrez desativado). Um ofício do Centro Avareense comprova que o patrimônio dos enxadristas não pertencia ao clube. Diante disso, o Círculo Operário ofereceu uma sala em sua sede, no Largo Santa Cruz, atrás da Capela Santa Cruz.